quarta-feira, 11 de abril de 2018

A Carbonara - Erros que não se pode cometer


A receita da "pasta a la carbonara" pode parecer simples, mas alguns pequenos descuidos podem converter numa tragédia um dos pratos mais queridos dos italianos. A seguir estão alguns conselhos para que ninguém arruíne o prato.
Existem versões absurdas preparadas em todo o mundo baseadas em creme de leite, presunto e outras blasfêmias. Mas, inclusive para aqueles que decidem seguir a receita original, que implica no uso de gemas, "panceta", pecorino romano e pimenta, o risco de cair numa armadilha durante a preparação é objetivamente alto.

Aqui os 4 erros que nunca devem ser cometidos ao preparar a "la carbonara" na sua cozinha.
Não escolha a massa errada.
Os espaguetes são imprescindíveis, sabemos. As massas do tipo Rigatoni e similares podem ser bons para aqueles que têm preferência pelas massas largas. Num dado momento quase poderíamos dar a aprovação aos "penne rigate".

Sem cebola, sem alho.
Para fazer que chiar um pouco a panceta na frigideira, usar um pouco de azeite de oliva (nada de manteiga). Mas principalmente, não se atreva a agregar cebola ou alho: o salteado não tem nada a ver com a "carbonara".

Não às adições aleatórias
“Um pouco de creme de leite deixa mais suave”, “Talvez com uma pitada de pimenta terá mais sabor”. Não e não. A receita clássica de carbonara deve ser idêntica a da origem. Um bom conselho é deixar de lado qualquer tentativa de personalização. Não pense em tornar a apresentação mais elegante decorando com salsinha e outros elementos decorativos.

Não remova do fogo
Obter uma boa cremosidade é provavelmente o passo mais complicado de toda a receita. Há cozinheiros que passaram a maior parte da vida acreditando que a carbonara era um derivado dos ovos mexidos devido a imprudência de suas mães. Então, repassemos o procedimento: Cozemos e escorremos a massa "al dente", colocamos na frigideira com a panceta e retiramos tudo do calor antes de verter a mistura de gemas, pimenta e pecorino ralado, (o calor residual da pasta é suficiente). É a única forma de obter uma massa aveludada e não converter o prato numa tragédia.

Escrito por admin el día 11/04/2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário